• img
Refrota: programa do governo brasileiro para incentivar a renovação das frotas de transporte coletivo

No final de 2016, foi lançado o programa Refrota 2017: ação do governo que tem como objetivo investir 3 bilhões de reais na a produção de aproximadamente 10 mil veículos para a renovação de frota do transporte coletivo nacional. O programa permite que os bancos acessem os recursos do FGTS para oferecer o financiamento de veículos, sendo qualquer modelo urbano de ônibus a venda, contanto que seja zero quilômetro. Assim, entram na lista de possibilidades: micros, mídis, convencionais, trucado, articulado e biarticulado.

A última atualização das regras do projeto determina que se a empresa de ônibus selecionada não efetivar sua adesão ao financiamento em 6 meses, o processo será cancelado e reiniciado, dando chance a outras candidatas. A escolha dos bancos fica a critério dos interessados no empréstimo, porém a contrapartida mínima é de 5% do valor total do investimento.

O sistema de transporte coletivo tem hoje 107 mil veículos em atividade, atuando diariamente na locomoção de mais de 30 milhões de cidadãos brasileiros.

Segundo Bruno Araújo, Ministro das Cidades, o Refrota 2017 conseguirá melhorar a oferta e a qualidade das soluções de mobilidade urbana. Além disso, vai gerar vários empregos, como confirma Otávio Cunha, presidente da Associação Nacional dos Transportes Urbanos, ao afirmar que cada ônibus novo gera 5 empregos diretos.

Para se manter atualizado com as novidades em soluções de mobilidade urbana e transporte, continue acompanhando o blog e, também, nossas redes sociais: Facebook | Instagram

 

 

Este artigo foi produzido com base em pesquisa realizada nos principais canais de informação do mercado de transporte. As afirmações contidas aqui não necessariamente representam o posicionamento da Volvo.

 

Compartilhe isso:

Sem comentários!

Deixe um Comentário