• img
Seminários Volvo Zero Acidentes apontam propostas para aumentar segurança viária

Reduzir o número de acidentes no transporte rodoviário de cargas agrega valor ao negócio, torna as transportadoras mais competitivas e contribui para atrair motoristas e novos clientes. Estas foram algumas das conclusões dos quatro Seminários Volvo de Segurança Zero Acidentes, promovidos pelo Programa Volvo de Segurança no Trânsito (PVST), entre setembro e novembro deste ano. Os encontros reuniram mais de 450 lideranças do setor do transporte de cargas, do Paraná, Santa Catarina, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

Um dos caminhos apontados durante as discussões para atingir a visão de futuro Zero Acidentes, adotada neste ano pela Volvo no Brasil para zerar o número de acidentes envolvendo seus veículos, foi a adoção da certificação da ISO 39.001. A norma estabelece critérios para a implementação de um sistema de gestão de segurança viária nas empresas.

“Alcançamos plenamente nosso objetivo. A reação da maioria das empresas mostra que o desafio de buscar o Zero Acidentes não é impossível, apesar de exigir planejamento e ações concretas e de longo prazo. Alguns participantes dos seminários têm interesse em começar a utilizar a ISO já em 2015, para buscar melhorias na gestão de segurança de suas empresas e com o objetivo da certificação”, afirma Anaelse Oliveira, coordenadora do PVST.

A ISO 39.001 contempla diversos itens e critérios fundamentais para a gestão em segurança viária, como engajamento das lideranças da empresa, motoristas bem treinados e com jornadas de trabalho adequadas, análise dos acidentes para reduzir riscos, programas de renovação e manutenção da frota.

“Os debates reforçaram a necessidade de medidas já conhecidas para a redução dos acidentes, como o treinamento dos motoristas com foco no comportamento, para que assumam um papel de gerenciadores de riscos nas estradas. Adotar uma certificação vai ajudar as empresas a estabelecer processos e a mensurar resultados de suas ações”, destaca Solange Fusco, diretora de Comunicação Corporativa do Grupo Volvo América Latina.

Na avaliação do especialista em segurança no trânsito J.Pedro Corrêa, consultor do PVST e um dos palestrantes dos seminários Zero Acidentes, o interesse dos empresários pela ISO 39.001 foi o principal resultado prático dos eventos. “Os empresários entenderam que a certificação pode ser um diferencial competitivo de mercado, trazendo, além de segurança à operação, benefícios econômicos”, comentou.

Outro resultado importante dos seminários foi a sensibilização dos sindicatos e federações de transportes de cargas para a importância estratégica dessas entidades nas questões relacionadas à segurança viária. “A continuidade desses debates e discussões nas cidades e estados depende de uma mobilização permanente do setor. Esse é um papel importantíssimo das instituições que representam o setor”, destaca Anaelse Oliveira.

As lideranças das instituições reconhecem que precisam melhorar a imagem do setor à partir de ações concretas em segurança e da melhoria da qualidade nas condições de trabalho dos profissionais do setor.

“De fato, é evidente que para mudar a imagem do transporte de cargas no Brasil é preciso mudar as atitudes do setor. Isso é possível somando esforços para implementar ações que diminuam as mortes causadas por acidentes com caminhões nas rodovias. É preciso que o empresário entenda que evitar acidentes é mais vantajoso para os negócios, pois treinamento não é custo, mas sim investimento”, destacou Vander Costa, presidente da Fetcemg (Federação das Empresas de Transporte de Cargas do Estado de Minas Gerais).

Sérgio Gonçalves Neto, presidente do Setcergs (Sindicato de Transportes de Cargas e Logística do Rio Grande do Sul), também afirmou que a preocupação com a questão da acidentalidade nas estradas é geral e que o seminário Zero Acidentes foi um impulso para se sair da zona de conforto e iniciar um movimento concreto.

A estratégia de regionalizar os seminários do PVST para propagar a visão Zero Acidentes será mantida em 2015. O calendário de eventos será definido no início do ano e contemplará capitais da região central e norte do país.

O Zero Acidentes é a visão de segurança adotada pelo Grupo Volvo no mundo e tem como ideal de futuro o zero acidentes envolvendo os seus veículos. No Brasil, a Volvo adotou esta visão em julho deste ano, como contribuição à meta global da companhia. Para atingir esta meta, o Programa Volvo de Segurança no Trânsito está desenvolvendo uma série de ações para engajar os concessionários da marca, clientes, transportadores, funcionários, fornecedores, governo e a sociedade na visão Zero Acidentes.

Compartilhe isso:

Sem comentários!

Deixe um Comentário