• img
Volvo vende 200 chassis para Bogotá e confirma liderança no mercado latino-americano

A Mobilidade Urbana de Bogotá, na Colômbia, é reconhecida como referência mundial. A cidade conta com sistema Transmilenio de BRT e transporta, em média, 1,8 milhão de passageiros por dia.

A Volvo Bus Latin America se orgulha em ajudar a construir essa história de sucesso na capital da metrópole. Grande parte dos chassis utilizados no sistema BRT foram comercializados pela Volvo.

Recentemente a cidade adquiriu 200 ônibus híbridos para o Sistema Integrado de Transporte Público de Bogotá. Com essa aquisição, a cidade entrou na era da eletromobilidade e deu um grande passo na adoção de um sistema de transporte urbano sustentável, do ponto de vista econômico e ambiental.

A aquisição incluiu, além do chassi, um contrato de proteção de bateria por 12 anos, e um plano de manutenção de cinco anos.

Devido à alta capacidade de transporte dos veículos Volvo e baixos custos operacionais, a qualidade de vida na cidade será melhor, pois os novos ônibus poderão substituir os modelos menores, transportar um número maior de pessoas com mais conforto e segurança. E reduzir o congestionamento, uma vez que as viagens serão mais rápidas.

Os híbridos entram em operação em janeiro de 2014.

Negócios anteriores

Essa não é a primeira vez que a Volvo Bus Latin America comercializa seus chassis para Bogotá. Em 2011 foram vendidos 688 chassis para a capital colombiana. O maior contrato da marca com a Colômbia, até então.

Na América Latina, considerando os demais países, a empresa comercializou em 2012 um total de 2795 chassis. Dos quais foram 1536 chassis urbanos e 1259 rodoviários. O Brasil representou 62% das vendas no continente.

No Chile, a Volvo Bus aumentou sua participação de mercado para cerca de 10% no segmento de chassis pesados, ante os 7% do ano anterior.

No Peru, a Volvo saltou de 7% de market share no mercado de pesados em 2011 para aproximadamente 16% no ano passado. O ônibus semipesado B270F já alcançou 9% de participação no Peru no primeiro ano de seu lançamento no País.

Compartilhe isso:

Sem comentários!

Deixe um Comentário